Seja bem vindo!!

*** Escritório de Advocacia***

Drª Deise das Graças Lobo

OAB/ES 21.317

(028) 9 9964 4470 - (028) 3 511 7091

deiselobo.dl@hotmail.com

domingo, 14 de agosto de 2016

Horácio Lôbo, meu pai!



Pai...






Cedo se separou de mim, e só muitos anos após sua partida é que finalmente percebi, que poderia ter ficado mais, muito mais...
Não quero ir no tempo que foste, estou quase nele e me sinto jovem!
Quero fazer muitas coisas e muitas coisas poderíamos ter feito...
Poderíamos ter jogado mais dama e baralho e todos os jogos que sempre trazia de suas viagens e os que ainda inventava, acho que nunca dormiria, amanheceria o dia em sua companhia, esgotaria todas as moedas de sua mala...
Sempre me esforçando para te agradar, e acho que fazia muito bem ...
Se me roubasse nos jogos, saiba que eu não veria, só pra não brigarmos...
Não sou mais tão boa em trava línguas, Pedro do peito do pé preto e magafagarfa, me cansam... Certamente eu perderia umas moedas!
Não aprendi tocar violão... Minha vez nunca chegou!
Ainda quero aprender, mas perdi minha motivação, você partiu...
O violão remendado de durepoxi, era meu sonho... Nosso amor, se acabou, sumiu...
Sempre que vejo o mar me lembro de nós; da boia, das piscinas na areia, não consigo boiar ainda!
Nossa, são tantas lembranças... Ainda tenho medo de te perder naquele dia...
Ontem comi goiabada com queijo, acabei com o queijo, hoje só goiabada, sempre compro para te lembrar!
Hoje te comemorando, me lembrei do truque copa, paus espada e ouro vou ensinar para o meu filho, rs
A bíblia é linda e sei que você iria com a ajuda do Espirito Santo interpretá-la como ninguém, lamento o pouco tempo que teve na presença de Deus aqui, mas me alegro por ter partido com Ele...
Suas expectativas e elogios, me fizeram muito forte, obrigada por confiar em mim, mas me senti só, fiquei só por muito tempo depois que você partiu, é que durante anos achei que só precisa de você...
Dos desentendimentos e pedidos de perdão só restam a certeza que continuariam, não brigaríamos menos, somos muito iguais!
É grande um pai que pede perdão aos seus filhos, tenho pedido ao meu, você me ensinou!
Eu só tive um filho.... Como pode ter, e educar dez?!

Contei para o meu filho, que colocava  muitas roupas quando sabia que você ia me dar uma surra, rs e ele aprendeu, desde de pequeno se prepara para as surras...
Quero te ver novamente, para te dizer que já faz tempo, mas foi só depois que você partiu,  que entendi os esforços que fez...
Quando eu era criança você já cansando e muito doente, me esperava dançar.... Já era tarde ginásio lotado, muito barulho.... Você já cansado e doente, me esperava dançar...

Estou louca para te abraçar de novo...

Eu sempre canto; “Eu sou o Tostão”, ainda adoro, agora é real, mas a história é a mesma, acabou na miséria, depois do café sentado.
O Senhor detestaria as músicas de hoje, e não nos deixaria ver TV, os tempos estão loucos!

Brinquei de sanfona velha com meu filho ele adorava a parte do fole, também vou brincar com meus netos e não me esquecerei de te lembrar...

Obrigada papai, eu falo de você para o meu filho, ele já te admira!

Até...

.

Horacio Lôbo, nasceu em 26 de agosto de 1935 e faleceu em 23/12/1989.


Nenhum comentário:

Postar um comentário